botão whatsapp

O que você
procura?

Troca de Fluído de Freio

Ao contrário do óleo do motor, o fluido de freio não diminui com o uso. Se estiver abaixo do mínimo indicado significa que houve vazamento e este deve ser contido, ou então, pode ocorrer perda de ação do sistema de freio e oxidação de vários componentes, entre eles, roda, cilindro-mestre e freio a disco. Após checar e consertar o local do vazamento, o fluido não deve ser completado e sim, substituído. Outros pontos precisam ser analisados antes de realizar a troca. A variação de temperatura altera a composição química do fluido de freio, causando a perda de viscosidade do produto. A umidade também é um dos elementos responsáveis pelo comprometimento da qualidade do líquido, fazendo com que o fluido tenha o seu ponto de ebulição reduzido, gerando bolhas de ar e falhas no freio. A validade é outro motivo para a troca e a frequência é indicada pelo fabricante do veículo que geralmente recomenda um ano ou a cada 10 mil quilômetros rodados.

O profissional responsável pela substituição e o proprietário do veículo devem prestar atenção ao tipo de fluido de freio utilizado. Existem três especificações usadas no Brasil: DOT 3, DOT 4 e DOT 5. Na maioria das vezes é DOT 3, mas para se certificar é preciso consultar o manual e nunca misturar tipos diferentes.

perguntas frequentes

A recomendação é fazer a troca a cada um ou dois anos. Sempre verifique o prazo indicado pelo fabricante no manual do proprietário do veículo.

Caso falte fluido no automóvel, você poderá ter problemas com a segurança do carro, como dificuldade na hora de frear, por exemplo.

Abrir o capô e desenroscar a tampa do reservatório do fluido de freio. Após confirmar que o fluido realmente precisa ser trocado, é necessário retirar o reservatório e lavar, secando bem antes de colocá-lo de volta. Encher o reservatório com o fluido de freio novo.

Ele também lubrifica e previne a corrosão das peças de todo o sistema e absorve a umidade do ambiente, prevenindo falhas na frenagem e a formação de bolhas, pontos que comprometem o desempenho e a eficiência dos freios.