21 2461-0300

Placas padrão Mercosul começam a valer em setembro

Placas padrão Mercosul começam a valer em setembro

Gabriela Rabinovici

A padronização dos modelos de placas automotivas de países-membros do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela) tem como objetivo proporcionar mais segurança, dificultar a clonagem de placas, evitar os roubos de carga, agilizar os trâmites alfandegários e facilitar a integração de bancos de dados entre esses países.
Uma resolução publicada no Diário Oficial da União estabeleceu o dia 1º de setembro de 2018 como o prazo máximo para que os veículos novos comecem a adotá-la. A nova placa será válida para modelos zero quilômetro, veículos que passarem por processo de transferência de município ou propriedade, ou quando houver a necessidade de substituição das placas. Já os veículos usados terão até 31 de dezembro de 2023 realizar a mudança.
O novo padrão deveria ter começado a ser adotado no Brasil em janeiro de 2016, mas foi adiado duas vezes: primeiro para 2017 e, depois, sem prazo específico. Vale lembrar que o emplacamento único do Mercosul já entrou em vigor no Uruguai e na Argentina, onde todos os novos veículos já estão sendo registrados e os antigos terão as placas substituídas no momento da renovação da licença. 
Características das novas placas:
O novo padrão de placas conta com fundo branco, sete caracteres (quatro letras e três números), margem azul superior, emblema do Mercosul à esquerda, nome do país ao centro, bandeira nacional à direita, linhas onduladas horizontais e marcas d’água com a logo do Mercosul gravadas na película refletiva.
A fim de dificultar a clonagem de veículos e facilitar a identificação de bens roubados, as novas placas vão contar com QR code e chip de identificação. Além disso, a categoria dos veículos poderá ser identificada através da cor dos caracteres: preta (particulares), vermelha (comerciais ou de aprendizagem), azul (oficiais), verde (de teste), dourados (diplomáticos) e prateados (de coleção).
Os valores das novas placas, que serão pagas pelos proprietários dos veículos, ainda não foram definidos.

Leia mais:
CNH digital será obrigatória a partir de julho:

CNH digital será obrigatória a partir de julho

Carro rebaixado: como regularizar?

Carro rebaixado: como regularizar?

Carlos

Open chat