21 2461-0300

Conheça os principais mitos sobre os cuidados com seu carro

Conheça os principais mitos sobre os cuidados com seu carro

Por: Gabriela Rabinovici

Sabemos da importância da manutenção para garantir a segurança e o bom funcionamento do carro, no entanto, alguns motoristas, seja por excesso de cuidado, desconhecimento ou má orientação acabam criando hábitos desnecessários em relação aos seus veículos.

Com o avanço da tecnologia automotiva, certos truques para economizar gasolina ou evitar o desgaste de peças tornaram-se dispensáveis. Conheça alguns mitos:

– Aquecer o motor antes de sair:

Antigamente essa prática era necessária, porque os carros a álcool a frio tinham funcionamento irregular. Hoje, o sistema de gerenciamento eletrônico fornece o mesmo desempenho ao carro, estando ele frio ou quente.

– Descer na “banguela”:

Com o intuito de economizar combustível, alguns motoristas costumam deixar o carro em ponto-morto em descidas. Essa prática não ajuda a economizar combustível, além disso é perigosa. Nessa situação deve-se sempre usar o freio-motor.

– Usar o ar-condicionado gasta o gás do sistema:

O ar-condicionado não gasta o gás do sistema. A substância só vai vazar se houver algum defeito. O gás não fica velho, nem precisa ser trocado.

– Utilizar o mesmo percentual de álcool e gasolina em carros flex:

Os carros flex foram desenvolvidos para rodar com o mesmo desempenho utilizando álcool ou gasolina. Não é preciso calcular a quantidade exata de cada um ao misturar os dois combustíveis e o motor não fica “viciado”se for abastecido apenas com um tipo.

– Substituir o fluido da direção hidráulica:

A substituição não é necessária, deve-se apenas verificar o nível do fluido e completá-lo se estiver baixo.

– Trocar as pastilhas juntamente com os discos:

É preciso avaliar os discos antes de trocá-los. A substituição só é indicada, caso estejam com empenamentos, riscos profundos ou se a espessura estiver abaixo do limite.

– Passar em quebra-molas na diagonal:

Muitos motoristas adotam essa prática para evitar que a parte de baixo do carro seja atingida, no entanto, a manobra pode provocar a torção da carroceria e danificar componentes do sistema de suspensão e direção. O correto é diminuir a velocidade, passar devagar e acelerar depois de passar pelo quebra-molas.

Saiba mais:

Manutenção preventiva, preditiva e corretiva: entenda a diferença:

http://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/manutencao-preventiva-preditiva-e-corretiva-entenda-a-diferenca/

Dicas para manter o carro impecável:

http://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-para-manter-o-carro-impecavel/

]]>

Carlos

Open chat