21 2461-0300

Cintos de segurança exigem manutenção

Cintos de segurança exigem manutenção

Por: Gabriela Rabinovici

Item de uso obrigatório, o cinto de segurança, é, muitas vezes, esquecido na hora da manutenção. Para garantir a segurança dos passageiros, ele deve estar em boas condições.

As montadoras recomendam que os cintos sejam checados uma vez por ano e, se houver defeito, jamais podem ser costurados ou consertados. O ideal é trocá-los por outros do mesmo modelo.

Para evitar o desgaste precoce do item é importante tomar os seguintes cuidados:

– Não utilize o cinto torcido;

– Depois de uma colisão, verifique se ele rasgou ou descosturou;

– Fique atento aos engates, pois eles precisam estar bem presos à carroceria do veículo;

– Se o item estiver apertado ou frouxo demais, deve-se resolver o problema em uma loja especializada;

– Poeira e detritos no interior do carro podem obstruir o rolamento automático, danificar o material e causar corrosão, por isso, faça a higienização completa do carro periodicamente;

– Na hora da limpeza, não utilize produtos químicos ou óleos. O correto é fazer uso de sabão neutro e água morna. Toda sua extensão deve estar para fora até secar completamente;

E lembre-se: para preservá-lo e garantir seu bom funcionamento, o cinto deve ficar sobre o ombro, com uma tira no peito e a outra na cintura, afastado do rosto e do pescoço. Já os cintos abdominais devem ficar acomodados na região pélvica com uma folga de 2 cm para fechar a fivela.

Fique por dentro:

Dicas sobre o uso do cinto de segurança:

http://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/dicas-sobre-o-uso-do-cinto-de-seguranca/

Saiba mais sobre a obrigatoriedade dos airbags e freios ABS:

http://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-mais-sobre-a-obrigatoriedade-dos-airbags-e-freios-abs/

Carlos

Open chat