21 2461-0300

7 dicas para acertar na troca de óleo do motor

oleos

7 dicas para acertar na troca de óleo do motor

Por: Gabriela Rabinovici

O óleo do motor tem como principais funções proteger, resfriar, lubrificar e reduzir o atrito entre as peças móveis, melhorando o desempenho, otimizando o consumo de combustível e prevenindo uma série de problemas no veículo.

Algumas dúvidas são comuns na hora de conferir, comprar ou trocar o óleo, por isso, selecionamos sete dicas para você não errar e manter a lubrificação eficiente.

1 – Cheque o nível do óleo periodicamente:

O óleo do motor costuma baixar até 1 litro a cada mil quilômetros rodados. A recomendação é que o nível do lubrificante seja verificado a cada 15 dias ou, pelo menos, a cada mês. Lembre-se que o ideal é fazer a leitura da vareta com o motor frio e em lugar plano.

2 – Não limpe a vareta com estopa

O tecido pode deixar resíduos do óleo antigo contaminarem o novo lubrificante. Opte sempre por usar papel absorvente para limpar a vareta durante a troca do lubrificante.

3 – Não complete o óleo:

Ao fazer isso, o produto novo é misturado com o usado e acaba contaminado. Troque todo o óleo do cárter por um novo, em média a cada 5 mil ou 10 mil quilômetros.

4 – Utilize lubrificantes que tenham a mesma base:

É possível misturar lubrificantes de marcas diferentes, desde que tenham a mesma base (sintético, semissintético ou mineral), viscosidade e grau API e SAE. Caso contrário, a eficiência da lubrificação é prejudicada e gera sérios riscos ao motor.

5 – Feche o bujão corretamente:

O bujão é conhecido também como parafuso. Ele fecha o dreno do cárter de óleo e deve ser aparafusado corretamente para evitar vazamentos. Deixe que um profissional especializado faça a troca de óleo para que o bujão seja fechado sem excesso de força e sem deixá-lo frouxo demais.

6 – Evite usar aditivos avulsos:

Ao misturar este tipo de produto ao óleo, a formulação fica desequilibrada, ocasionando borra e até a lubrificação ineficiente do motor. Muitos óleos já vêm aditivados, mas siga sempre a especificação que consta no manual do proprietário.

7 – Troque o filtro de óleo:

Ele é responsável por filtrar as impurezas de metal geradas pelo atrito entre as peças móveis do motor, além de resíduos gerados pela combustão. Ele precisa ser trocado a cada 10 ou 15 mil quilômetros, juntamente com o óleo, do contrário, as impurezas se acumulam e podem danificar peças importantes do motor como válvulas, cilindros, anéis e pistões.

A oficina mecânica geral Widmen trabalha com as melhores marcas de lubrificantes automotivos do mercado e possui equipe apta a realizar a troca de óleo com qualidade e eficiência.

Leia mais:

Saiba mais sobre a mistura de óleo sintético e mineral:

http://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/saiba-mais-sobre-a-mistura-entre-oleo-sintetico-e-mineral/

Falhas no motor do carro: conheça as principais causas:

https://www.widmen.com.br/dicasautomotivas/falhas-no-motor-do-carro-conheca-as-principais-causas/

Carlos

Open chat